31 dezembro 2009

ADIAMENTO


Falta apenas uma hora para o ano terminar. Os blogueiros meus amigos depuseram as armas (os teclados dos computadores) e só voltarão amanhã ou, talvez, depois de amanhã para tentar mudar o mundo do interior de cada um de nós, para que se possa mudar o de lá de fora.

Adianta ou não?

Podemos ou não apagar as escritas que os nossos antepassados fizeram sob a forma de sulcos profundos na parede de pedra dos nossos corações, quando ainda não tínhamos provado do fruto do bem e do mal?

Ah, lembrei-me de um verso do poeta Fernando Pessoa ─ “Adiamento”

Vou parar por aqui para ver o espetáculo de luzes de fogos multicores num céu enluarado, que vai me encantar por 15 minutos. E depois?

Depois de amanhã, ou amanhã mesmo, voltarei ao meu campo de batalha.

Tudo logo passará, é apenas um efêmero adiamento, a fim de que eu possa renovar as minhas forças para amanhã ou depois de amanhã, recomeçar.

">

6 comentários:

Marcio Alves disse...

Mestre Levi

Essa sua frase diz tudo: “para tentar mudar o mundo do interior de cada um de nós, para que se possa mudar o de lá de fora”.


Para que exista alguma possibilidade de mudança externa, que tenha real significado no mundo, precisamos antes mudar o nosso interior.


Se queremos ver um mundo com mais amor, temos que dar esse amor.


Se queremos ver um mundo com mais alegria, temos que levar alegria a esse mundo.


Se queremos ver um mundo com mais amizades, temos que ser amigos.


Se queremos ver um mundo com mais tolerância, temos que vencer os preconceitos.


Se queremos ver um mundo mais sensível, temos que lutar contra as indiferenças.


Se queremos ver um mundo de respeito e dignidade, temos que ver no outro nós mesmos.


Em síntese, temos que ser no mundo a transformação que queremos ver nele.


Já será uma grande revolução no mundo, se nós mesmos conseguirmos ser e fazer o que desejamos ver.


Pois as maiores barreiras a ser vencer na vida, são as barras do nosso interior.


Vencer o medo, os preconceitos, inveja, orgulho, ganância, mesquinhez e acomodação, são algumas das muitas pedras no caminho, pois afinal, ninguém tropeça em montanhas.


Abraços

Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

Edson Moura disse...

Você tem razão mestre, a blogosfera está deserta, a não ser por alguns sem família que não tem coisa melhor pra fazer(EU).

Espero nesse próximo ano...renovar as "armas" e quem sabe, mudar algumas coisas.

Talvez eu aprenda algo com cristo sobre ensino.

Sobre essa maneira de Cristo ensinar desejo também escrever.

Pois ela representa uma forma pedagógica totalmente diferente do modelo moderno de ensino mediante a entrega de informação que é passada de forma estéril de um livro de notas ao outro.

abração Levi!

Levi Bronzeado disse...

Prezado amigo Marcio


Você, além de poeta é um exímio especialista em comentar textos ou ensaios.
Parbenízo-lhe pela extraordinária leveza dos seus comentários, que na verdade, já são verdadeiros ensaios.

O que você escreveu foi um significativo texto, que tomo a liberdade de colocar o título:

"Por um mundo melhor"

Abçs,

Levi B. Santos

Levi Bronzeado disse...

Caro Edson

Início de ano. É tempo de sonhar com dias melhores. É tempo de desarrumar para arrumar de novo.

Que Deus nos dê bastante saúde e nos estimule, ainda mais, na busca do conhecimento que LIBERTA.

Abração, do amigo

Levi B. Santos

Joéliton dos Santos disse...

Bom dia!!!!
É com muita alegria q venho aqui para divulgar meu livro.
O site está bem simples, mas é de coração. Entre e conheça um pouco do meu filhote, é para adolescentes... Espero q goste!
Beijos e um Feliz 2010 p vc e toda sua família.

Copie e cole este link:
http://sites.google.com/site/escritorjoeliton/

Gláucia Carneiro disse...

"Os blogueiros meus amigos depuseram as armas (os teclados dos computadores..."

Levi, você conseguiu resumir em poucas palavras o que sido percebido e vivido por muitos.

Tive que me afastar por um tempo, por seríssimos problemas de saúde; mas já estou bem melhor.

Faço questão de acompanhar de perto o exército destes guerreiros armados de teclados, cheios de palavras que não cabem mais dentro do peito de cada um.

Explode Coração, como dizia o saudoso Gonzaguinha.

Seg Jan 04, 04:28:00 PM 2010