03 abril 2011

“A Terra Era sem Forma” — Prólogo do Gênesis

Imagem da Terra sob o efeito da gravidade


O autor do enunciado A Terra era vazia e sem forma” do livro bíblico do Gênesis acertou em cheio. As descobertas recentes divulgadas desta semana numa conferência em Munique Alemanha — colhida através de estudos oceanográficos, dão conta de que a Terra não é redonda como se pensava.Vide dados da ESA - (Agência Espacial Européia)

Que a Terra era vazia e hoje se encontra super-habitada não é novidade para ninguém. E bota superpolução nisso. Só a Índia (1,21 bilhões de habitantes) cresce um Brasil a cada dez anos.

A conclusão a que chegaram os cientistas sobre a ausência de uma figura geométrica para definir a forma da Terra, chega a nos surpreender. Talvez, o não querer aceitar que a imagem da Terra seja tão disforme e feia, se deva ao fato de nossa mente se encontrar impregnada, desde os tempos das primeiras letras, com a forma bela e simétrica daquele globo terrestre escolar que tanto nos embevecia nas aulas de Geografia.

Erraram os que afirmaram que a terra era plana; que era como um prato invertido; que era bem redondinha; que era oval; que era como uma laranja. Esse que pensou que era como uma laranja, chegou perto, só faltou dizer que ela (a Terra) tinha a forma de uma laranja podre ou amassada, como parece ser a imagem do topo (rsrs)

Não há forma geométrica que se enquadre na imagem produzida pela ESA através do satélite GOCE. Ela é tão cheia de “calombos” que poderíamos compará-la, por aproximação, a uma batata inglesa murcha, das mais deformadas que encontramos nos bancos de feiras de verduras. Segundo os cientistas, a deformação é provocada pela força gravitacional, que faz com que em algumas regiões da terra, haja mais massa, rocha ou água do que em outras.

Segundo Johannes Boumann (especialista do Centro de Pesquisas Geodésicas da Alemanha), os dados colhidos pelo satélite vão ajudar a entender mais os terremotos, como o que aconteceu recentemente no Japão.

Se a cada tremor de terra acima de 8 graus na escala Richter for empenando cada vez mais o eixo da Terra, temo que venha acontecer o que previu Euclides da Cunha, em seu antológico livro — “Os Sertões” (1902):

“Chegará o tempo em que o Sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão”.


CLIQUE AQUI, e espere alguns segundos, para ver a versão animada da Terra.

Guarabira, 03 de Abril de 2011

Imagem: http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/896402-europeus-fornecem-a-mais-exata-imagem-da-gravidade-na-terra.shtm

12 comentários:

Eder Barbosa de Melo disse...

Super interessante! Não tinha conhecimento desses fatos, certamente quando se lê "sem forma e vazia" não se imagina algo assim, como uma batata murcha rs. Como diria certo professor, os poetas tem mais razão que os cientistas. Abraço, Levi.

Gresder Sil disse...

Que ilusão foi nossa em acreditar que a terra fosse perfeitamente redonda, culpa da nossa natureza romântica e esteticamente poética que busca a simetria, beleza e perfeição em tudo. Mas nada mais coerente para um planeta que foi formado por colisões e sujeito a gravidade.

Gresder Sil disse...

Sintetizar, organizar e arquitetar mentalmente as coisas de forma perfeita e geometricamente bela sempre foi característica do ser humano racional e poético por instinto puro de sua “divindade” humana. Pois somente tais atributos humanos poderiam acreditar que a terra fosse tão perfeitamente redonda e não disforme como é na verdade. Não somente o planeta e o sistema solar com todo o seu conjunto é visto de forma organizada e matematicamente perfeito, como também a própria visão cosmológica e metafísica da vida é vista pelos homens de uma forma romântica, bela, coerente e sistemática de começo meios e fim com propósitos divinos estabelecidos e perfeitamente aquietados. Mas assim como a própria terra não é um planeta geograficamente perfeito a historia da humanidade espiritual não é fruto de um plano cósmico escatologicamente primoroso. Isso fere nosso senso estético religioso assim como fere nossa visão romântica da terra redonda, mas é a verdade que temos, queiramos ou não.

Essa vai pro facebook rsrs

Gresder Sil disse...

Valeu a ispiraçao meu caro Levi rsrs

Levi Bronzeado disse...

Eder e Gresder


Acessem novamente o “Ensaios & Prosas” e cliquem num vídeo superinteressante que postei agora, onde vocês poderão ver essa bolota amassada, denominada Terra, em seu movimento de rotação no espaço.
“Arretado” – como diz o nordestino quando ver algo extraordinário. (rsrs)

P.S: Achei interessante a proposta do Gresder ao levar a imperfeição do nosso planeta, para o plano filosófico e demasiadamente romântico do ser humano.

Eduardo Medeiros disse...

e aquelas imagens do espaço com aquele planeta azul, esférico, lindo...eram todas fabricadas? eu pensava que era imagem real...rsss

o greser mandou bem. tá evoluindo muito o garoto...rs

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Boa postagem!

Estou pensando na Terra como uma metáfora de todos nós, embora, como havia escrito o cacique de Seatle, seríamos filhos dela.

O que dá animação e beleza ao nosso corpo moral é a vida. Também sem a vida, o que seria a Terra senão mais um corpo vagando no espaço?

Para não sermos mais do que meros corpos que vagueiam como zumbis pela multidão, precisamos da vida. Não basta o homem ter a consciência e contemplar a si mesmo. Ele precisa de motivação, inspiração. Precisa de amor pela vida.

Amemos a vida!

Altamirando Macedo disse...

Levi,
E que diferença faz, se ela fosse quadrada?

Evaldo Wolkers disse...

Grande Levi,

Este dia me peguei indagando sobre a foto redondinha do planeta citada por Edu, estava tentando entender como esta foto poderia ser tirada do espaço, apesar de não conhecer nada de fotografia, imagina se o fato da câmera estar de costas para o sol e de frente para a "cara redonda" seria o suficiente para "capturar" sua cara e mostrar tudo negro ao seu redor. Fiquei pensando, pensando e desisti de pensar, rsrs.

Abraços,

Evaldo Wolkers.

protestapoeta disse...

Não há ligação da imagem e do texto bíblico referido! Simplesmente porque todo objeto ou quantidade de matéria apresenta uma forma. Está é a forma da terra... Não existe um planeta sem forma, pode ser uma forma extremamente diferente do que estamos acostumados a imaginar, mas é uma forma! Também o autor do Gênesis afirma que o Sol só foi criado no quarto dia???

theoz disse...

vamos ser parceiros? colocarei o link de seu blog no meu e vice versa, se gostar das nossas materias é claro.
http://verdadereoculta.blogspot.com.br/

Alessandro Torales disse...

Essa forma se recebeu o nome de Geoide que se aproxima a uma elipsoide.