18 setembro 2011

QUEM É ESSE HOMEM?!



Que homem é esse

Que apesar de todos os sucessos de fachada

Sente-se amputado de uma parte importante de si?


Desta obra de arte que é a VIDA

Somos nós mesmos os autores?

Se das lembranças de minhas angústias primitivas

O desejo de tecer minha poesia, nasce

É pelo anseio que o OUTRO a analise e a explore.


Por que embelezo o material dos meus sonhos?

É o desejo de atrair do OUTRO a simpatia?

Ou busco no seu passado impressões que também são minhas?


Se a força que se alevanta a partir dele

Faz remexer meu baú de esquecidos fragmentos

Melhor que eu veja o que é comum em todos

Para em um só momento não hesitar

De compreender-me na animosidade.


Por Levi B. Santos

Guarabira, 18 de setembro de 2011

Site da imagem: coisasdeti.blogspot.com


5 comentários:

luiz alberto disse...

Caro Levi,sua poesia e sua prosa cada vez torná-se mais gostosa e adulta,de um conteúdo único,própio dos grandes pensadores e estudiosos da intricada alma humana.
continue nos dando essas deliciosas doses terapeuticas de prazer,para as nossas humildes almas.
Um grnde abraço,Luiz.
Bans,Casa Azul,22\9\2011.

Levi Bronzeado disse...

Grande Luiz


Mas essa tua Mansão Azul não é só convidativa a ler poesias.

Com certeza, ela deve ter também o condão de tocar as cordas do teu coração, nas esplendorosas tardes de primavera, quando o sol se esconde por trás das altas serras Bananeirenses sob um céu de brigadeiro.

E, nesses idílicos momentos, quem sabe, se algum canto ou algum verso, da tua pena não poderá sair?! Mesmo que para aflorar o que vai na tua alma, tenhas que tomar duas ou três taças de um bom vinho chileno de tua rica adega.(rsrs)

Abraços,

Levi B. Santos

Eduardo Medeiros disse...

levi, muito bem escolhida a foto para ilustrar essa tua obra prima. tony stark se escondeu por muito tempo por detrás do seu homem de ferro, mas o verdadeiro homem por trás da armadura, de ferro, nunca teve nada.

Donizete disse...

levi,

Diante da profundidade de suas palavras, sou levado a refletir: Quem me fascina mais; os heróis ou os anti-heróis. Com quem melhor me identifico; Ou ambos são apenas arquétipos que os produtores de Hollywood no oferece para construirmos nossa própria identidade.

Abraços.

Levi Bronzeado disse...

Prezado Donizete

Por trás da aparente “inacessibilidade” da armadura de um herói, no caso do “Homem de Ferro” ― se esconde um anti-herói, de carne(que veio do barro). rsrs

Abraços,