13 maio 2014

A Sociedade e a Prometida Copa das Copas

Carnaval na Alemanha ironiza a Copa 2014



Parece que gastos e desvios de dinheiro nas realizações das Copas sempre foram uma realidade mundial, talvez desconhecida de nós. 

As autoridades patrocinadoras da Copa 2014 adiantaram seu diagnóstico dizendo que as manifestações que pipocam  por todo o país são de natureza política. Mas elas esquecem de que tudo o que está acontecendo pode ter outra explicação: como o fato de o brasileiro, só agora, tomar consciência  de que sediar uma Copa é torrar vultosas somas para um “Circo Efêmero” em detrimento do “Pão”.

As estatísticas estão aí para serem analisadas a fundo.

Um dado, por si só,  é extremamente alarmante: 73% da população brasileira não está satisfeita com o fato de o Brasil sediar a Copa do Mundo. 85% disseram NÃO ao uso do dinheiro público para construção dos estádios. Para 72% essa será a Copa da Corrupção.

A sociedade está bem lembrada dos discursos da CBF e do Governo que alardeavam que as obras para a Copa seriam tocadas pelas empresas privadas. O que hoje todo mundo sabe, foi tudo conversa para boi dormir.

No meio editorial, livros denunciando os desmandos nessa Copa já estão nas principais prateleiras das livrarias, como  A Copa da Corrupção de  Duciran Van Marsen, onde o autor detalha o sonho brasileiro que será vivido apenas pelos ricos e impunes cartolas. A Copa Como Ela é” de Jamil Chade (editora Companhia das letras) é outra obra que denuncia os abusos e a gastança desenfreada do dinheiro público. Diz esse autor que “o único legado está ligado ao fato de que a população brasileira se conscientizou disso, de que não haverá legado”.

 A Fifa, por ora , está com uma grande  dor de cabeça e já entrou na justiça para impedir a publicação de um livro que revela a fraude na venda dos ingressos: trata-se da obra  ―“Um Jogo Cada Vez Mais Sujo”  – de Andrews  Jennings (livro que começa a ser vendido nesta semana).  Esse autor, para quem não sabe, investiga os bastidores da FIFA há 20 anos, e foi um dos responsáveis pelo banimento de João Havelange e Ricardo Teixeira do mundo do Futebol.

Ontem (dia 12) o jornalista, Juca Kfouri  em seu blog, fez importantes revelações sobre o livro “Copa Para Quem e Para Quê, mostrando como as empresas mercantilizam cada vez mais os espaços públicos, com a justificativa de benefícios futuros para o povo.

Parece que a presidenta Dilma, para não ser constrangida, vai evitar  comparecer à abertura da Copa, ou ficar às escondidas de boca calada nas arquibanadas a fim de evitar vaias estrondosas como aquelas que aconteceram  no jogo inaugural da recente Copa das Confederações.

 Mesmo com a CPI da Petrobrás nas costas,  correndo no mês de junho, a presidenta exala firmeza , e diz que essa será a “Copa das Copas ― uma Copa para ninguém esquecer”.

Deus (que dizem ser brasileiro) te ouça e nos socorra, Dilma!  (rsrs)

Por Levi B. Santos
Guarabira, 13 de maio de 2014


Site da Imagem: Blog do Paulinho

8 comentários:

eduardo medeiros disse...

Levi, é uma pena que o espetáculo do futebol seja hoje gerido por uma entidade autoritária, onde a corrupção corre solta.

Vejo-me diante de um grande dilema: como vou torcer em plena paz pela seleção canarinho diante de tudo isso que aí está posto?

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Devido ao desgaste político que está tendo, acho que, se o Lula pudesse voltar no tempo, ele teria desistido de fazer a Copa no Brasil. Na época, aquilo ajudou nas eleições de 2010 criando também a expectativa de que as cidades que sediariam os eventos iriam receber significativas obras de melhoria, mas temos visto aeroportos inacabados como o de Fortaleza. Vergonha!

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Mas como diz a Bíblia, "quem a si mesmo se exalta, será humilhado", sendo que é isso que agora ocorre com o PT.

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Nós do Rio de Janeiro já assistimos o filme do PAN-2007, quando se falava nos ganhos de melhoria que a cidade teria. Falava-se em 2003/2004 sobre projetos de transporte como as linhas 3 e 4 do metrô, ligações com a rodoviária e o Galeão, etc. Mas nada disso aconteceu. Quando rolou o PAN, expandiram o metrô através de linhas integradas de ônibus, as quais contribuíram mais ainda para super lotar os vagões já que não ocorreu nenhuma expansão como era esperado. Enfim, ficou tudo no improviso mesmo como será este ano e em 2016.

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Em 2015 provavelmente tenhamos a CPI da Copa... (rsrsrs)

Levi Bronzeado disse...

Sempre gostei do futebol desde criança. Mas nunca me vi tão desanimado para uma Copa.

A razão dsso tudo, talvez seja, as armações criminosas, a falta de vergonha, as aberrações, as transações tenebrosas, o enriquecimento ilícito arravés obras faraônicas superfaturadas que acontecem a olhos vistos.

O acervo de provas irrefutáveis que estou a me inteirar pela imprensa falada e escrita não me deixa mentir: Essa será a Copa das Copas da Corrupção

Levi Bronzeado disse...

O QUE ESTÁ SENDO VEICULADO PELA IMPRENSA a 28 dias da COPA:


“Falta pouco menos de um mês para o início da Copa Mundo e as manifestações contra o mundial já têm data para começar. Movimentos sociais prometeram para esta quinta-feira atos nas 12 sedes da Copa e em outras 38 cidades.

Além disso, as manifestações podem ocorrer em 15 países. Os protestos simultâneos foram batizados de “Manifestação das manifestações”, em contra ponto ao bordão “Copa das Copas” usado pela presidente Dilma Rousseff, quando se refere ao mundial.”

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Há uma forte tendência de que a rejeição ao governo torne-se cada vez mais decisiva. Será que esse Mundial vai mesmo arrancar aplausos da torcida?