18 janeiro 2008

UM PAPO COM O CRIADOR




........PERGUNTA O PAI:


...................................Bom dia meu Criador!

...................................Dê licença, eu perguntar,

...................................Pois não consigo o que quero,

...................................E depois de tanto ensinar,

...................................O negócio saiu torto,

...................................Com o filho no meu lar.



...................................Nossa língua é a mesma,

...................................Mas os rumos diferentes.

...................................Discorda do que eu digo,

...................................Me trata como inocente

...................................Será que ainda consigo

...................................Que entenda a minha mente?


RESPONDE O CRIADOR:


....................................Filho! Você não esqueça,

....................................O que comigo aconteceu.

....................................Eu criei um casalzinho,

....................................P’ra fazer o gosto meu

....................................Depois de tanto trabalho

....................................Me deixou, e se perdeu.



....................................Olhe que naquela época

....................................Não tinha a televisão,

....................................Tinha apenas a serpente,

.....................................Mas estava na prisão.

.....................................Num descuido, de repente,

.....................................Ela enganou Adão.


O PAI FALA:


....................................Quer dizer que a Sua luta,

....................................Em querer tudo perfeito,

....................................O animal atrapalhou?

....................................Eu ficaria satisfeito,

....................................Se o Criador me desse

....................................O nome desse sujeito.



.................................... Eu vou ficar vigiando,

.....................................Por tudo que é de canto

.....................................Pra ele não atrapalhar

.....................................Nós aqui neste recanto.

.....................................E tudo sair direito,

.....................................Sem erro e sem espanto.


O CRIADOR RESPONDE:


.......................................Meu filho, esse animal,

.......................................A terra, contaminou,

.......................................Até o Filho que eu tinha,

.......................................Sua vida ele tirou.

.......................................Você tenha muita calma

.......................................Com seu filho pecador.




.......................................Tenha muita paciência,

.......................................Com seu filho andador.

.......................................Se ele aqui fez o que fez,

.......................................O meu Adão derrubou,

.......................................Todo cuidado é pouco,

.......................................Contra esse usurpador.


O PAI FALA:


.......................................Vou toda porta fechar,

.......................................P’ra esse bicho não entrar.

.......................................E não repetir o seu feito,

.......................................De teus planos desmanchar.

.......................................Vou estudar um projeto,

.......................................E a essa gente obrigar.



.......................................Vai ser uma guerra cruenta

....................................... Contra esse vil inimigo,

........................................Que perturba toda a alma.

........................................Não vou ser dele amigo,

........................................Nem de longe quero ver,

........................................Ele em mim não tem abrigo.


FALA O CRIADOR:


...................................Vou te dizer uma coisa

...................................Que tu vai enrubescer,

...................................Teu inimigo maior,

...................................Tu queres mesmo saber?

...................................Ele não vem de fora,

....................................Está dentro do teu ser.




.............Versos em prosa por: Levi B. Santos

.............Guarabira, 17 de Janeiro de 2007

Um comentário:

Cristiane disse...

Parabéns!!! Foi demais!!!! Sem palavras...