22 novembro 2009

LULA ─ Filho do Brasil X JESUS ─ Filho de Deus?!





A matéria de capa da revista VEJA N° 2140 que foi distribuída hoje por todo país, tem por tema o filme melodramático “Lula, o filho do Brasil”, - a ser lançado nos próximos dias. Pela coincidência com a campanha presidencial que se aproxima, é de se supor que a obra se trata mais de uma peça de propaganda política do que de uma produção cultural.

Segundo Isabela Boscov, Crítica de cinema de Veja, "a narração do filme é encadeada como a vida de Cristo, do nascimento na manjedoura à ressurreição gloriosa".

Os editores da matéria (Sofia Krause e Gustavo Ribeiro) não negam que a trajetória de Lula tenha sido de fato, dramática e admirável, porém, acham que o filme de Fábio Barreto carregou tanto nos aspectos míticos, que a vida do presidente acabou se parecendo com a hagiografia de Cristo.

Destacamos abaixo, um resumo demonstrativo do novelão narrado pelo semanário, encimado pelo sub-título “AI JESUS...”, em que os redatores da reportagem comparam os fatos principais da vida de Cristo, com os novelescos e marcantes acontecimentos da vida do endeusado presidente.

Propaganda: A divinização do presidente Lula - Edição 2140 - Revista VEJA

O Nascimento

“Lula nasce no árido sertão pernambucano, de paisagem que lembra a da desértica Judeia. Sua mãe (Glória Pires) dá à luz em um catre. Não há animais rodeando a manjedoura para aquecer o bebê, porque em Garanhuns não faz frio, mas a pobreza da família é comparável à de José e Maria. Na falta dos Reis Magos, é a mãe, Dona Lindu, quem desempenha a função. "Seu nome vai ser Luiz Inácio!", exclama ela, em tom profético, ao segurar o filho pela primeira vez”.


A iniciação

“Jesus foi muito influenciado e encorajado, na pregação de sua mensagem, por seu irmão Tiago. Lula também contou com uma figura semelhante: seu irmão Frei Chico, no filme chamado de Ziza, que o iniciou na vida espiritual – corrija-se, na vida sindical”.


O Sermão da Montanha

“A cena do célebre comício no estádio de Vila Euclides, em 1979, faz uma alusão clara à pregação em que todos compreendiam as palavras de Jesus, não importa que idioma falassem ou quão distantes estivessem d’Ele. No filme, as palavras de Lula vão sendo transmitidas de um operário para outro – não havia sistema de som no estádio –, e assim reverberam entre a multidão como uma litania”.


O Martírio

Jesus foi preso pelos romanos depois da Santa Ceia e de sua noite no Jardim das Oliveiras; Lula foi preso depois de liderar uma greve de 41 dias. Conduzido pelas ruas de Jerusalém com a cruz às costas, Jesus foi açoitado pelos soldados mas venerado por parte da multidão; libertado apenas para ir ao enterro de sua mãe, Lula chegou e saiu, humilhado, em uma viatura policial – mas foi saudado pelos companheiros, que gritavam em coro: "Solta o Lula! Se não soltar, a gente vai parar!".


A Ressurreição

“Jesus Cristo ressuscitou e subiu aos céus no terceiro dia após sua morte. Lula teve de esperar um pouquinho mais pelo milagre – mas o filme faz questão de retratá-lo como tal, um milagre, ao fundir a imagem de Lula deixando o cemitério em um carro de polícia à cena real do presidente desfilando de Rolls-Royce, com Marisa Letícia, no dia da posse de seu primeiro mandato”.


P.S.: A reportagem só faltou dizer que Cristo foi crucificado entre dois assaltantes, ao passo que o presidente escafedeu-se habilmente da "cruz" para não ser crucificado junto aos denunciados quadrilheiros do malfadado mensalão. Lembram-se? (rsrsrs)



7 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

Caramba Levi, nunca tinha reparado que o Lulinha tem tantas semelhanças com o Cristo...rss

Eu votei no lula em 2002 por que eu queria muito ver o PT no poder. Sabe aquela história de partido ético e idealista? pois é, a ética e o idealismo duraram até o mensalão. Depois do PT no poder, definitivamente perdi minha inocência de que é possível fazer política no Brasil sem entrar nos esquemas de Brasília.

De lá prá cá, o governo lula em minha opinião, tem seus méritos e seus defeitos, como qualquer um terá. Mas foi bom ver um retirante que passou fome, sentado na cadeira que um dia foi do "principe dos sociólogos".

Um grande abraço Levi

Marcelo Batista Dias disse...

Q odisséia essa hein Levi?

Daqui vão glorificar o Lula.
De uma coisa a gente ja sabe - se a Dilma ganhar, ele vai excercer sua "soberania" e "reinar" por mais quatro anos ou mais.

Abrçs.
Marcelo

Guiomar Barba disse...

Realmente, compará-lo a Jesus, jamais, mas que ele é admirável sim, não há dúvidas...

Queria só lhe pedir que investigue, independente da história do Lula, Garanhuns faz muito frio mesmo.

Aproveito para lançar minhas perguntas. Estou sem saber até agora em quem votar...
Será que haveria um presidente que pudesse mudar a sorte do Brasil? Quem governa de fato? O presidente pode fazer o que realmente se propõe a fazer?

Abraço.

Zé Luís disse...

"Só vou ver o filme, se o mocinho morrer no final..."

Brincadeiras a parte,ontem, vendo alguns jornais televisivos, constatei o início da corrida presidencial.
Setenta por cento de aceitação do governo.
Oposição: nenhum argumento que desabone a atual desenvoltura governamental. Eles não tem proposta melhor(creio que nunca tiveram, só querem o osso de volta).

O governo procurou cumprir sua proposta de forma inédita por estas terras.
E o pior: foi o semi-analfabeto nordestino o dono do intento.

Moro em São Bernardo do Campo, berço do PT, e já o vi várias vezes, e a figura bonachona foi sempre a mesma. Quando garoto, presenciei de longe os helicópteros do exército sobrevoarem a Matriz, quando a policia, a mando do Sr. Paulo Maluf, dispersava a multidão com seus típicos e truculentos recursos.

Eu estive lá.
Se uma coisa que o Lula não é, é isso: FARSA... se fosse, meu irmão, com tantas mídias e oposições trabalhando, já tinham-no destruído.

Cerestino disse...

Jesus foi muito influenciado e encorajado, na pregação de sua mensagem, por seu irmão Tiago?

Dessa eu não sabia!

Gresder Sil disse...

Que que isso significa ? Que o Lula é um dos anticristo ?

Levi Bronzeado disse...

Deus é brasileiro, e o messias Lula nasceu e cresceu lá em Garanhuns (PE), que por sinal fica pertinho da Nova Jerusalém (onde é encenada a paixão de Cristo)

O Messias verdadeiro só teve um mandato de três anos, e morreu por não fazer aliança com os Judas do seu tempo.

O messias Lula, foi mais inteligente que o Messias Cristo, pois ao fazer alianças espúrias com os Judas do Congresso Nacional, já vislumbra pela “fé”, o seu terceiro mandato (vestido de Dilma).

O messias Lula ainda gozou com a cara dos cristãos otários, dizendo que a única alternativa para Jesus governar o Brasil seria idêntica a que ele fez: aliança com os Judas do deus Mamon.

Eu corroboro com o que o meu amigo Gresder escreveu, tirando apenas a sua última interrogação:

"Que que isso significa?
Que o Lula é um dos anticristos". (rsrsrs)